Voando com a Emirates (DXB/FRA)

– no Carnaval de 2021 decidimos ir para Dubai! Escolhemos este destino em função de ser um dos poucos que estava recebendo turistas e, principalmente, com uma situação de enfrentamento da pandemia muito positiva (a vacinação já estava acontecendo de forma acelerada e todas as medidas preventivas demonstravam efeitos nos indicadores de saúde pública)

– naquele período (2ª quinzena de fevereiro), a EMIRATES não estava operando voos diretos de passageiros entre o Brasil e os Emirados Árabes unidos; depois de muito pesquisar, a melhor relação custo-benefício que consegui arrumar traria uma longa jornada: do Rio para Guarulhos, depois Frankfurt até chegar em Dubai; para o retorno, passaríamos pelos mesmos lugares

– os voos nacionais e os voos para e da Alemanha foram operados pela LATAM Brasil (no Airbus A319 e no Boeing 777-300ER) e nos voos ida/volta entre Frankfurt e Dubai teríamos a oportunidade de experimentar os serviços da classe Econômica da EMIRATES, no Boeing 777-300ER

– este flight report está focado no voo do Oriente Médio para a Europa, dos Emirados Árabes Unidos para a Alemanha, de Dubai para Frankfurt, cidades que estão distantes por aproximadamente 3.000 milhas (cerca de 4.850 quilômetros)

O AEROPORTO DE DUBAI

– viagem internacional nesta fase pandêmica requer uma série de medidas preparatórias (em especial, fazer exame PCR e preenchimento de formulários das organizações de saúde), é preciso se informar e ter muita atenção para os detalhes (por exemplo: o exame do “cotonete no nariz” não é exigido para a Herdeira, que tem 8 anos, viajar para o Brasil, entretanto, as autoridades alemãs exigem para qualquer pessoa com mais de 6 anos que faça conexão nos aeroportos de lá)

– com o voo marcado para 14:35h, chegamos às 11:30h com bastante antecedência, pois estava viajando com a família e quis ter tempo para enfrentar qualquer contratempo; em fevereiro, somente o Terminal 3 do gigantesco Aeroporto de Dubai estava sendo utilizado; este enorme e lindo painel da EMIRATES está instalado na área externa

Aeroporto de Dubai

– fizemos o processo de Tax Free com calma (a compra de eletrônicos vale a pena, uma das poucas coisas que compramos, a desvalorização do real frente ao dólar encarece muito outros itens); depois, o procedimento de check-in foi tranquilo, mas o funcionário foi extremamente criterioso na análise da nossa documentação; nossas bagagens foram etiquetadas e só precisaríamos retirá-las em Guarulhos, para fazer a alfândega

– foi muito tranquilo também passar pelo controle de passaporte e acessar a área de embarque do Aer. de Dubai, que tem um teto alto e uma arquitetura bem moderna

Aeroporto de Dubai

– a maioria das lojas estava aberta, apesar do fluxo de passageiros ser bem reduzido; nada comparado à realidade que eu tinha em mente quando passei por este terminal em 2008, quando fui assistir as Olímpiadas da China em Pequim (a primeira e, até então, única vez que tinha estado lá)

Aeroporto de Dubai

– as medidas de segurança adotadas pela administração do Aeroporto eram basicamente as mesmas que estamos acostumados a ver aqui no Brasil (álcool gel disponível e ampla sinalização para distanciamento), com exceção das divisórias de acrílico instaladas entre as cadeiras nas áreas em frente aos portões de embarque

Assentos do Aer. de Dubai

O EMBARQUE NO BOEING 777-300ER

– os painéis eletrônicos indicavam que o embarque do voo EK47 seria feito pelo Portão B10; a sinalização é clara e ostensiva, não foi difícil chegar lá, foram cerca de 10 minutos de caminhada a partir do corredor central

Portão B10 do Aer. de Dubai

– o controle do cartão de embarque e passaporte é feito nos guichês instalados e, uma vez liberados, os passageiros acessam, por meio de escadas rolantes, um pavimento inferior onde fica o verdadeiro salão de embarque, é nesta área que todos esperam a autorização para entrar no avião

Embarque autorizado no Aer. de Dubai

– o Boeing 777-300ER escalado para este voo até a Alemanha tinha o prefixo E6-EQL e foi entregue novinho à EMIRATES em junho de 2018, portanto, tinha menos de 03 anos de operação; do salão de embarque, a visão da aeronave é prejudicada pelo tipo de vidro das imensas janelas do aeroporto, que ainda estavam sujas

Boeing 777 em Dubai
Boeing 777 em Dubai

– as pontes de embarque permitiam uma visão “limpa” do Triplo 7 que nos levaria até a Europa, o primeiro trecho da volta para casa; os passageiros da classe Econômica embarcaram pela porta 2L da aeronave e uma pequena janelinha no finger permitiu o registro do enorme motor GE90 instalado na asa esquerda

Boeing 777 em Dubai
Boeing 777 em Dubai
Motor do Boeing 777-300ER

– a classe Econômica do Boeing 777 da EMIRATES está configurada no esquema 3 x 4 x 3 (três assentos, um corredor, quatro assentos, um corredor, três assentos); este voo estava com alta ocupação, acima de 90% (ao contrário do voo da ida de Frankfurt para Dubai, que tinha cerca de 50% dos assentos com passageiros)

Inside Cabin do B777
Inside Cabin do B777
Inside Cabin do B777

– em cima de cada assento, já estava disponível um cobertor (de boa qualidade, apesar de ser fino), um travesseiro (de mediana dimensão) e o fone de ouvido para ser utilizado no sistema de entretenimento

Inside Cabin do B777

– tinha feito check-in pela Internet na janela de 48 horas antes do voo, mas não conseguimos marcar assentos juntos; eu tive que viajar sozinho (poltrona 45A, uma janela do lado esquerdo do B777) e o resto da família sentou no centro do avião, uma fileira atrás (lugares 46D, 46F e 46G)

Assento 45 no Boeing 777
Assentos 45A/B/C no Boeing 777

– o espaço para pernas era bem razoável , o que seria ótimo para este voo de cerca de 06 horas de duração

Espaço para pernas

– em função da pandemia, a EMIRATES distribui um kit personalizado de “primeiras necessidades” composto por: máscara descartável, luvas, sachê de alcool gel e lencinho umedecido

Kit de prevenção da Emirates
Kit de prevenção da Emirates

– logo depois que nos acomodamos, foi a vez das Comissárias distribuírem um kit de amenidades para as crianças que estavam a bordo, a Herdeira adorou a surpresa

Passatempo de crianças

– antes da partida e acionamento dos motores, o vídeo com as instruções de segurança começou a ser exibido de forma obrigatória nos monitores individuais, primeiro em árabe e, depois, em inglês

Vídeo de segurança

– no bolsão da poltrona da frente estava disponível o safety card do Boeing 777-300 da EMIRATES; eu não tenho a prática de levar um exemplar comigo, mas este era especialmente bonito, se eu fizesse coleção seria um belo exemplar

Safety Card do B777
Safety Card do B777

O VOO PARA FRANKFURT

– um pouco depois do horário programado de partida (14:41h), o procedimento de pushback foi iniciado, tendo ao lado um Airbus A330 da companhia libanesa MEA e bem perto da linda torre de controle do Aer. de Dubai

Pushback em Dubai

– foi iniciado um longo taxiamento pelas pistas auxiliares do enorme aeroporto; passamos por alguns hangares da companhia do Golfo e algumas aeronaves acopladas ao terminal de passageiros; me chamou a atenção que não passamos por nenhum Airbus A380, pois naquele momento poucas unidades do icônico avião de 2 andares tinham sido inseridas de volta à malha da EMIRATES

Taxiando em Dubai
Taxiando em Dubai
Taxiando em Dubai
Taxiando em Dubai

– cerca de 15 minutos depois finalmente chegamos à cabeceira da pista 30R/12L (que tem 4.351 metros de extensão) do Aeroporto de Dubai, tendo um Boeing 777 da EMIRATES CARGO bem na nossa frente partindo para mais uma missão

Cabeceira 30R de Dubai
Cabeceira 30R de Dubai

– a decolagem foi iniciada às 14:56h; lá no canal do Youtube do V&A é possível assistir o vídeo da partida do voo EK47 da EMIRATES de Dubai com destino a Frankfurt

– a visibilidade não era das melhores nos primeiros minutos de voo, infelizmente, não era possível ver direito as águas do Golfo Pérsico

Início do voo para Frankfurt
Início do voo para Frankfurt

– o sistema de entretenimento instalado na parte traseira superior do assento da frente é excelente; o monitor tem ótimo tamanho e alta resolução e o conteúdo de filmes e séries é muito variado

Sistema de Vídeo do B777
Sistema de Vídeo do B777

– como a EMIRATES tem voos regulares para o Brasil, a opção de língua portuguesa está disponível em uma categoria específica do conteúdo; escolhi para assistir o filme “Eu sou Brasileiro“, uma produção nacional que conta a história de um jogador de futebol que sofre um acidente durante um jogo e tem a vida transformada; um passatempo apenas bom

Sistema de Vídeo do B777
Filme brasileiro

– o fone de ouvido disponibilizado pela companhia árabe estava envolvido um plástico azul, com a indicação de que tinha sido higienizado; a qualidade do equipamento para ser utilizado na classe Econômica é muito acima da média

Fone de ouvido da Emirates
Fone de ouvido da Emirates

– chegaria com o celular carregado na Alemanha; uma porta USB está instalada na parte inferior do monitor do sistema de vídeo, além de uma tomada universal na parte de baixo da estrutura do assento da frente

Porta USB no B777
Tomada Universal no B777

dormi por cerca de 1 hora e meia, quando acordei, olhei pela janela e a vista estava simplesmente espetacular, o céu estava azul escuro e uma densa camada de nuvens (em um primeiro momento) e montanhas encobertas por neve (depois) completavam o cenário

Em algum lugar entre Dubai e Frankfurt
Em algum lugar entre Dubai e Frankfurt
Em algum lugar entre Dubai e Frankfurt
Em algum lugar entre Dubai e Frankfurt

– alguns minutos mais tarde, começou um efeito conhecido como esteira de condensação (“contrail” em inglês) que, de acordo com a Wikipedia, são “nuvens lineares formadas pela condensação dos gases de exaustão dos motores das aeronaves a elevadas altitudes“, no momento em que gotículas de água com temperatura de -35 graus entram em contato com os gases expelidos pelos motores a mais de 300 graus

Em algum lugar entre Dubai e Frankfurt
Contrail do B777
Contrail do B777
Em algum lugar entre Dubai e Frankfurt
Em algum lugar entre Dubai e Frankfurt

– o Boeing 777-300ER da EMIRATES tinha sistema de conectividade a bordo; o serviço não é oferecido de forma gratuita; o pacote mais caro custava quase 16 dólares (conexão melhor e até o final do voo) e o mais barato custava 3,99 dólares (permitindo apenas envio de mensagens de texto nos aplicativos de mensagens do celular e até o final do voo); achei os valores bem salgados, decidi ficar “fora do ar” e não contratei

– o serviço de bordo oferecido pela EMIRATES tinha 2 opções de prato principal: massa ou frango, que foi a minha opção, que estava acompanhado de batatas, ervilhas e pimentão vermelho; uma salada de abóbora e azeitona, além de pão, biscoito, manteiga e um pedaço de queijo complementavam; de sobremesa, uma tigela de um doce a base de iogurte cremoso com frutas vermelhas e granola; tudo com ótimo sabor

Almoço Classe Econômica
Almoço Classe Econômica

– a EMIRATES oferece talheres de aço (o que é um diferencial na classe Econômica), mas em compensação o vinho tinto que pedi (duas vezes) foi servido em copo de plástico

Talheres da Emirates
Vinho no almoço da Emirates

– o sistema de vídeo tem a opção de Mapa de Voo que traz uma série de informações do tipo “real time” sobre o voo (localização em diversas perspectivas, altitude (em metros e pés), velocidade (milhas e quilômetros por hora), temperatura externa e tempo desde a decolagem e até o destino)

Mapa de voo no B777
Mapa de voo no B777
Mapa de voo no B777
Mapa de voo no B777

– chegou a hora de incomodar um pouco os passageiros que estavam sentados ao meu lado (mãe e filho alemães) para ir ao banheiro; fui naquele instalado na parte mais central do avião; de tamanho apenas normal, mas de acabamento acima da média, estava limpo

Banheiro do B777
Banheiro do B777

– já parte final do voo, a tripulação de cabine distribuiu um “lanche“: um pacote de pipoca salgada e um pequeno chocolate, um complemento de serviço de bordo simples mas gostoso

Lanche da Classe Econômica

– na medida que o dia chegava próximo do fim, a esteira de condensação ficava mais forte e a paisagem pela janela ficou simplesmente fenomenal quando o sol começou a se por; eu tirei dezenas e dezenas de fotos, fiz muitos vídeos; era difícil parar de fazer registros seguidos daquele momento tão diferenciado

Contrail do B777
Contrail do B777
Contrail do B777
Contrail do B777
Pôr do Sol na Alemanha
Pôr do Sol na Alemanha
Pôr do Sol na Alemanha
Pôr do Sol na Alemanha

– acessei novamente o Mapa de Voo e realmente já estávamos na fase final da viagem, Frankfurt estava cada vez mais próxima; o primeiro dos três voos da jornada de volta para o Rio de Janeiro estava perto do fim

Mapa de voo no B777

– nesta reta final do voo, de forma abrupta, o contrail parou de compor a paisagem do lado de fora, indicando que já estávamos em altitude menor; foi uma lindíssima despedida do sol naquele sábado de fevereiro!!!!!

Pôr do Sol na Alemanha
Pôr do Sol na Alemanha
Pôr do Sol na Alemanha
Pôr do Sol na Alemanha
Pôr do Sol na Alemanha
Pôr do Sol na Alemanha

– fiquei curtindo os últimos minutos de voo pela janela e pelas câmeras instaladas em algumas partes da fuselagem do Triplo 7, que sempre proporcionam ótimas e diferentes imagens

Aproximação em Frankfurt
Câmera Externa no final do voo
Câmera Externa no final do voo

– o pouso foi realizado de forma extremamente segura e tranquila às 18:13h (horário local) pela pista 25L/07R (que tem 4.000 metros de extensão) do maior aeroporto alemão; o voo durou 6 horas e 17 minutos

Pouso em Frankfurt

– acompanhei o Boeing 777 a caminho do terminal de passageiros do Frankfurt Airport por meio da câmera instalada na parte dianteira da aeronave

Taxiando em Frankfurt

– como estávamos na parte mais traseira do B777, demoramos alguns minutos para desembarcar no Gate B46 do terminal alemão, onde a aeronave estava acoplada; todos os passageiros saíram pela porta 2L, inclusive aqueles que voaram na classe Executiva

Boeing 777 em Frankfurt
Boeing 777 em Frankfurt

AVALIAÇÃO GERAL: o valor da passagem trouxe uma ótima relação custo-benefício para o total de 06 voos em pleno Carnaval; a conjuntura da pandemia trouxe uma série de mudanças na forma de andar de avião, mas a EMIRATES mostra que é possível manter o nível de serviço, apesar disso; a Boeing 777-300ER é um senhor avião e funciona muito bem neste tipo de voo intercontinental; o conforto a bordo na classe Econômica foi diferenciado: ótimo sistema de vídeo, bom espaço para as pernas e serviço de bordo apetitoso; a tripulação se mostrou muito atenciosa, em especial, no tratamento da Herdeira, que se mostrou sempre carinhoso; partimos com um pequeno atraso de Dubai, mas nada que tenha prejudicado nossa conexão em Frankfurt; as imagens do contrail e o lindíssimo pôr do sol foram atrativos “naturais” a mais neste voo; foi uma ótima experiência com a companhia do Golfo

1 responder
  1. Oswaldo de Andrade
    Oswaldo de Andrade says:

    Realmente a Emirates mostra que é possível manyer qualidade ( dignidade ) na classe econômica. Voei várias vezes no trecho GRU-DXB-GRU, e ni DXB-LHR-DXB todas com o a380 e uma vez no b777 de DXB-HAM. Atenção e simpatia, foram os diferenciais, para além da eficiência.
    E realmente o taxiway em DXB é uma ‘eternidade’ deliciosa para quem ama estar em um avião.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.