Voando com a ITA (GRU/GIG)

– a ITA teve uma curta história na aviação brasileira: foram apenas 170 dias operando voos comerciais e, no auge, os seguintes destinos eram assistidos pela novata companhia: São Paulo-Guarulhos (SP), Brasília (DF), Belo Horizonte-Confins (MG), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Natal (RN), Recife (PE), Rio de Janeiro-Galeão (RJ), Porto Alegre (RS), Porto Seguro (BA), Salvador (BA) e Curitiba (PR)

– a frota oficialmente chegou a contar com 06 aeronaves voando regularmente, todas alugadas e usadas do modelo Airbus A320, com média de idade de 17 anos (fotografei 05 delas e fiz um post – clique AQUI)

– no dia 17 de dezembro de 2021, as operações foram interrompidas, com todos os voos cancelados, causando muita confusão e transtornos para os milhares de passageiros que tinham passagens marcadas para o período de Natal e Ano Novo

– eu tive a oportunidade de estar a bordo do voo inaugural entre o Aer. de Guarulhos e o Aer. do Galeão (Rio de Janeiro), que foi realizado no dia 1º de julho de 2021; esta foi a minha única experiência com a ITA e compartilho como foi esta viagem

– comprei a passagem logo depois que o site de vendas foi colocado no ar (no dia 21 de maio de 2022) por cerca de R$ 185,00 (incluindo taxa de embarque)

O CHECK-IN EM GUARULHOS

– o voo partiria de manhã cedo daquela 5ª feira, por isso, fui para Guarulhos às 06:00h do dia anterior, pegando um voo da LATAM BRASIL operado por um Airbus A319

– passei o dia trabalhando no Hotel Hampton Inn, que tem um fantástico terraço panorâmico com uma visão privilegiada do Aeroporto; entre uma reunião por videoconferência e outra, consegui dar umas escapadas até o topo do edifício e fazer alguns cliques de aviões de grande porte na aproximação final para pouso na pista 09R do maior aeroporto do Brasil

Airbus A350 da Qatar
Boeing 777 da Swiss
Boeing 777 da Emirates
Boeing 777 da KLM

– o hotel oferece translado gratuito para os terminais de passageiros, peguei a van por volta de 04:45h, que me levou até o T2, onde cheguei um pouco depois das 05:00h da “madrugada”

– naquele 1º dia de operação, a ITA escalou funcionários em 04 guichês de atendimento para a realização do check-in; além do meu para a Cidade Maravilhosa, apenas mais um voo seria realizado: para Brasília com escala em Belo Horizonte

Guichês em Guarulhos
Guichês em Guarulhos

– eu já tinha feito o check-in pela Internet, mas queria ter o cartão de embarque impresso, afinal, era um voo especial: o lançamento oficial de uma nova companhia aérea no Brasil, com alta expectativa por parte dos consumidores para preencher o “buraco” que a AVIANCA BRASIL tinha deixado; por isso, enfrentei a fila (de mais de 20 minutos) para poder ter a comprovação da minha viagem

Cartão de Embarque

– acabou sendo interessante passar por lá, foi uma oportunidade para ver toda a comunicação visual (carregada na cor amarela) que a ITA desenvolveu para prestar informações para os clientes

O EMBARQUE NO A320

– passar pelo controle de segurança foi tranquilo, o fluxo de passageiros era pequeno e os monitores eletrônicos indicavam que o embarque do voo 5632 marcado para 07:05h seria feito pelo portão 241, que fica na seção esquerda do Terminal 2 de Guarulhos, onde cheguei antes das 06:00h

Portão 241 de Guarulhos
Portão 241 de Guarulhos
Portão 241 de Guarulhos

– fiquei aguardando nos assentos do saguão de embarque, aproveitando para carregar o celular; por volta de 06:15h a tripulação que iria suportar o voo chegou e pedi para tirar uma foto com eles; o uniforme era lindo, combinando as cores preta e amarela!

Tripulação da ITA

– voaria no Airbus A320 de prefixo PS-AAF; este A320 foi fabricado em janeiro de 2005 e já fez parte da frota das seguintes companhias aéreas: America West Airlines, US AIRWAYS, Cyprus Airways, Aegean Airlines e INDIGO; ele chegou ao Brasil em junho de 2021

PS-AAF em Guarulhos

– fiquei de prontidão em frente ao gate e, assim que o embarque foi autorizado (06:45h), fui o primeiro a entrar no A320 da ITA!

– aproveitei para tirar muitas fotos da cabine sem outros passageiros, que tinha a configuração padrão deste modelo de aeronave (3 x 3 – três poltronas de cada lado); os assentos tinham um revestimento simples de tecido na cor cinza e sem o encosto de cabeça ajustável

Inside Cabin do A320
Inside Cabin do A320
Inside Cabin do A320
Inside Cabin do A320
Inside Cabin do A320
Inside Cabin do A320
Inside Cabin do A320

– a porta traseira do A320 estava aberta, aproveitei para tirar foto da outra aeronave da ITA que estava estacionada no portão ao lado: era o PS-SPJ, que foi fabricado em novembro de 2005 e já fez parte da frota da espanholas SPANAIR e VUELING, tendo chegado ao Brasil também em junho de 2021; era ele quem operaria o voo para Brasília via Belo Horizonte

PS-SPJ em Guarulhos

– o safety card (cartão com as instruções de segurança) do Airbus da ITA estava disponível no bolsão da poltrona à frente

Safety Card da ITA
Safety Card da ITA
Safety Card da ITA

– enquanto os demais passageiros embarcavam, fui logo conferir um dos banheiros instalados na parte traseira da aeronave; estava limpo, obviamente, provavelmente fui a primeira pessoa a usá-lo! A ITA não oferecia nenhuma amenidade aos passageiros

Banheiro do A320
Banheiro do A320

julho de 2021 ainda era uma fase mais aguda da pandemia (COVID-19), por isso, um pote de álcool gel personalizado com a marca da ITA estava disponível na parte traseira da aeronave

– o espaço para pernas entre as fileiras de assentos era apenas razoável e nesta aeronave era possível fazer a inclinação da poltrona (ouvi relatos de que não havia esta facilidade em outras aeronaves da ITA)

Espaço para pernas
Inclinação da poltrona

– a mesinha instalada na parte superior da poltrona da frente não seria usada neste voo, pois o serviço de bordo estava suspenso pela ANVISA, como uma medida de proteção à propagação do coronavírus

Mesinha do A320
Mesinha do A320

O VOO PARA O RIO DE JANEIRO

– o procedimento de pushback foi iniciado às 07:24h, portanto, a partida era dada com um atraso de quase 20 minutos; considerando que se tratava de um voo inaugural, era previsível

– o vídeo da decolagem no A320 da ITA rumo ao Rio de Janeiro iniciada às 07:43h pela pista 09L do Aer. de Guarulhos, que tem 3.700 metros de extensão, está lá no canal YouTube do V&A:

https://youtube.com/shorts/D0STJ6GsKvA?feature=share

– o voo não estava cheio (ocupação de cerca de 60%), por isso, fiquei indo de um lado para o outro do A320 para tirar fotos pelas janelas; como sempre registro nos meus Stories no Instagram: “Em algum lugar entre Guarulhos e Rio de Janeiro

Em algum lugar…
Em algum lugar…
Em algum lugar…
Em algum lugar…

– já pousei dezenas e dezenas de vezes no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro – Galeão, por isso, conheço as paisagens da reta final dos voos e consigo antever a pista que será utilizada para o pouso; entretanto, sentado do lado esquerdo do Airbus, me surpreendi com uma região que eu não reconheci

– logo a frente, sobrevoando a região de São Gonçalo, a aeronave começou a fazer uma curva acentuada para a direita; eu demorei um pouco para entender que rota de pouso estava sendo feita, a única certeza que eu tinha é que era a primeiríssima vez que eu via aquela vista

– de repente, o Aeroporto Santos Dumont, a Baía de Guanabara e o Morro Pão de Açúcar dominaram a paisagem lá fora, em ângulos perfeitos, permitindo que eu registrasse com muitos cliques aquele momento inédito para mim; estávamos executando uma aproximação muito rara para pouso pela pista 33 do Aer. do Galeão, passando perto da Ponte Rio-Niterói e, mais a frente, o Centro e a região portuária do Rio de Janeiro

Fase final do voo
Fase final do voo
Fase final do voo
Fase final do voo
Fase final do voo

– ao contrário de Guarulhos, que tinha tempo nublado, o tempo estava ótimo na Cidade Maravilhosa; na reta final do voo, a sombra do Airbus A320 da ITA era projetada no espelho d’água e nas pequenas ilhas da Baía de Guanabara

Reta final do voo
Reta final do voo
Reta final do voo

– o pouso foi realizado com segurança e de forma suave às 08:25h e quando estávamos chegando no terminal de passageiros foi realizado o tradicional “batismo” da aeronave, quando os caminhões da Brigada de Incêndio da administração do aeroporto acionaram os canhões de água e deram um verdadeiro banho no A320

Estacionando no Galeão
Estacionando no Galeão

– na saída, perguntei para a Tripulação se seria possível fazer uma visita ao cockpit do A320 e, felizmente, foi autorizada!!!! E ainda sentei no lugar do Comandante!!!! É sempre uma sensação especial!!!!

Cockpit do A320
Cockpit do A320
Cockpit do A320

– depois do desembarque, na saída da ponte de embarque do Galeão, promotores contratadas pela ITA distribuíam um kit promocional e comemorativo daquele voo, composto por um chaveiro, uma caneta, um biscoito e um frasco de álcool gel

Kit promocional

– o PS-AAF retornaria para Guarulhos logo depois, por isso, subi para o piso superior do Galeão onde fica o saguão de embarque, para conferir como estava sendo a preparação daquele voo; placas foram instaladas pela administração do aeroporto carioca “O Rio dá as boas-vindas

Placas do Galeão

– aproveitei para clicar o Airbus A320 daquela posição, pois as grandes janelas de vidro do Galeão permitem ampla visão do pátio de manobras; fiz alguns registros da aeronave acoplada ao portão de embarque (ainda molhada do “batismo”) e, depois, taxiando e decolando de volta para Guarulhos

PS-AAF no Galeão
PS-AAF no Galeão
PS-AAF no Galeão
PS-AAF no Galeão

AVALIAÇÃO GERAL: o objetivo deste voo foi, principalmente, participar de um evento mais comemorativo, por isso, não tive a intenção de voar e avaliar de forma mais crítica a minha primeira (e última) experiência com a ITA; foi muito interessante estar a bordo deste voo inaugural, tive contato com a maioria dos membros da Tripulação, que estavam muitos felizes de estarem participando daquele início de história da novata companhia brasileira; de qualquer forma, valem alguns registros: um pequeno atraso da partida, o Airbus A320 não tinha sistema de entretenimento individual nem conectividade a bordo (wi-fi) e o preço pago pelo ticket foi bem razoável; uma pena que não consegui voar mais vezes com a ITA antes de sua quebra no final de 2021

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.