Voando com a Turkish (IST/MAD)

– hora de começar a voltar para casa, depois das minhas curtas férias tiradas no início de novembro

– voaria 1.684 milhas (cerca de 2.710 quilômetros) para sair de Istanbul na Turquia e chegar em Madrid na Espanha

A IDA PARA A TURQUIA

– cheguei na Europa a bordo de um Boeing 767-300ER da LATAM BRASIL, que me levou de Guarulhos até Lisboa/Portugal (confira AQUI a avaliação completa deste voo feito em classe Executiva)

Poltrona 5A do B767
Boeing 767 em Lisboa

– depois, para chegar no meu destino final, embarquei em um voo da TURKISH AIRLINES que me levou até Istanbul na Turquia; viajei na classe Econômica de um Airbus A321Neo

A321Neo da Turkish

O TURISMO NA TURQUIA

– minha passagem pela Turquia foi muito rápida, eu cheguei no início da noite de uma 2ª feira e fui embora na tarde da 6ª feira

– mas eu consegui aproveitar muito, consegui visitar os principais pontos turísticos da linda cidade, aproveitando que o frio intenso ainda não tinha chegado

Centro de Istanbul

– além disso, passei 24 horas na região da Capadócia, pegando um voo para a cidade de Kayseri (duração de 50 minutos), para fazer o famoso passeio de balão; foi uma experiência indescritível

Balões na Capadócia

O TESTE DE COVID-19

– minha volta ao Brasil seria feita com uma conexão em Madrid, onde pegaria um voo da LATAM CHILE para Guarulhos (operado por um Boeing 787-9); com esta combinação de voos, não seria necessária a apresentação de teste PCR negativo para COVID-19, mas julguei responsável ter a segurança de que ficaria horas dentro de aviões sem estar infectado

– eu tinha voltado da Capadócia no dia anterior ao início da jornada para casa e o Aer. de Istanbul conta com uma estrutura preparada para a realização do exame com entrega do resultado em poucas horas

Teste PCR da COVID

– são 03 laboratórios oferecendo o serviço e na hora que passei por lá (cerca de 21:00h), o movimento de passageiros era pequeno, escolhi um que estava sem filas

Teste PCR da COVID
Teste PCR da COVID

– o preço cobrado era de 250 liras turcas, cerca de R$ 170,00, quase metade do preço que paguei para fazer o exame no Aer. de Guarulhos no início da viagem

Teste PCR da COVID

– para a coleta, o passageiro vai para uma área onde estão instalados vários guichês que parecem caixas eletrônicos, fica em e uma funcionária faz a coleta de material na garganta e narinas

Teste PCR da COVID

CHECK-IN NO AER. DE ISTANBUL

não existe UBER em Istanbul, por isso, peguei um táxi para ir do hotel na região central da cidade até o aeroporto; são cerca de 40 quilômetros de distância, mas boa parte do trajeto é feito por uma via expressa, demorei cerca de 40 minutos e gastei 160 liras turcas (cerca de R$ 110,00)

– o aeroporto fica no distrito de Arnavutköy, no lado europeu de Istanbul, perto do Mar Negro

– cheguei por volta de 11:30h, com boa margem de tempo para o voo TK1859 que tinha partida marcada para 14:05h

– a área de embarque fica no 2º pavimento e a fachada externa do terminal já traz a clara indicação de que se trata de uma estrutura com arquitetura inspirada na cultura local, com muitas e grandes colunas de aço escovado

Parte externa do Aer. Istanbul
Parte externa do Aer. Istanbul

 – este aeroporto foi inaugurado outubro de 2018, mas somente em 06 de abril de 2019 foi feita a transferência de todos os voos do Aer. Ataturk, depois de seguidos adiamentos

– depois de uma pesquisa rápida na Internet, me chamou muito a atenção a seguinte notícia: os jornais locais afirmam que mais de 400 trabalhadores morreram durante as obras, o que é negado pelas autoridades turcas

– a construção foi iniciada em 2014, portanto, levou 05 anos para ser construído; atualmente, ocupa uma impressionante área de 1.440.000 metros quadrados e terá capacidade para atender a até 200 milhões de passageiros em 2025, quando todas as fases estiverem concluídas (atualmente, pode atender 90 milhões)

Placa do Aer. de Instanbul

– o Portão 5 de acesso ao prédio principal é dedicado aos passageiros com status no programa Miles & Smiles da TURKISH AIRLINES e que viajam em Business Class na companhia turca, ou ainda, aqueles que têm status Gold na aliança global Star Alliance

Entrada do Aer. de Instanbul

– eu entrei pelo Portão 4 e, logo depois de passar pela 1ª porta de acesso, tive que passar mochila e mala por um procedimento de segurança (aparelho de raio-x)

Entrada do Aer. de Instanbul

– a estrutura deste terminal é realmente muito linda; na grande área de check-in, o teto é bem alto com estilo abobadado com claraboias (aberturas circulares no topo) que permitem que o ambiente seja iluminado com luz natural e dá sensação de amplitude; em termos de design, posso dizer que é contemporâneo, mas é clara a inspiração na cultura local turca

Área de check-in em Instanbul
Área de check-in em Instanbul

– as medidas de segurança de combate ao contágio do coronavírus estão presentes nesta área: sistemas de higienização das mãos com sensor (não é preciso tocar nele para que o álcool gel seja expelido) estão espalhados por esta área, lixeiras para descarte de luvas e máscaras e sinalização para que os passageiros mantenham distância

Medidas de segurança
Medidas de segurança

– em cada seção dos guichês de atendimento das companhias áreas há uma grande balança com um plataforma ao lado para que os passageiros possam pesar suas malas e rearruma-las se for necessário para que excesso de peso seja evitado na hora do despacho; minha mala estava com 21,1 quilos, com margem para a minha franquia de 23 quilos

Balança no Aer. de Instanbul

– um grande painel eletrônico traz as informações dos voos e também indicam em qual seção o check-in deve ser feito

Painel de voos
Painel de voos

cheguei um pouco antes de 11:40h na seção F, onde um letreiro da TURKISH AIRLINES indicava que o atendimento de passageiros da classe Econômica era feito; a fila estava grande, mas muitos guichês estavam operando, ela andou rápido; a simpática funcionária etiquetou a minha mala até Guarulhos e me perguntou a preferência de assento; pedi uma janela na parte mais a frente da aeronave (eu tentei fazer meu check-in pelo aplicativo da companhia, sem sucesso)

Check-in na Turkish
Check-in na Turkish
Check-in na Turkish

– há também uma seção de check-in dedicada aos passageiros com status no programa Miles & Smiles da TURKISH AIRLINES e que viajam em Business Class na companhia turca, ou ainda, aqueles que têm status Gold na aliança global Star Alliance

Check-in premium na Turkish

– o acesso à área de embarque internacional fica no lado esquerdo, a caminhada foi rápida até lá; bem em frente, está instalada uma linda obra de arte que celebra a construção do aeroporto

Embarque Internacional
Aeroporto de Istanbul

ÁREA DE EMBARQUE NO AER. DE ISTANBUL

– logo depois de passar por mais um controle de raio-x e do controle de passaporte, alcança-se um grande salão, novamente com teto bem alto e arquitetura linda; dos dois lados desta área, há enormes painéis eletrônicos instalados, com as informações dos portões de embarque dos voos

Painel na área de embarque
Painel na área de embarque

– o acesso ao sistema de conexão Wi-Fi gratuito oferecido pela administração do aeroporto não é automático pelo celular; é preciso fazer um cadastro em quiosques espalhados por esta área

Quiosque para Wi-fi

– o corredor principal do saguão de embarque é amplo e novamente as claraboias redondas trazem iluminação natural ao ambiente; naquele início de tarde de 6ª feira, o movimento de passageiros era moderado

Saguão de Embarque em Instanbul
Saguão de Embarque em Instanbul
Saguão de Embarque em Instanbul
Saguão de Embarque em Instanbul
Saguão de Embarque em Instanbul
Saguão de Embarque em Instanbul

– são muitas lojas que oferecem todos os tipos de produtos (de brinquedos a ouro) e loja Duty Free simplesmente gigantesca se destaca; aproveitei para comprar alguns souvenires típicos da Turquia para levar de presente para a Patroa e Matriarca (doces, chás e bijuteria com o famoso olho turco)

Lojas no Aer. de Instanbul
Lojas no Aer. de Instanbul
Lojas no Aer. de Instanbul
Lojas no Aer. de Instanbul

– os mezaninos desta área comportam, de um lado, as Salas VIPs (eu não tive acesso a nenhuma delas) e, do outro, alguns restaurantes, onde passei rapidamente para ter uma visão panorâmica do corredor principal do lindo saguão de embarque

Visão panorâmica da área de embarque
Visão panorâmica da área de embarque

– a sinalização promovida pela administração do aeroporto por meio placas azuis espalhadas para todos os lados é ostensiva, apesar da grande dimensão é difícil se perder; eu teria que me dirigir para o portão B16, percorrendo o corredor principal até o final e, depois, seguir para a direita

Sinalização do Aer. de Instanbul
Sinalização do Aer. de Instanbul
Sinalização do Aer. de Instanbul
Sinalização do Aer. de Instanbul
Sinalização do Aer. de Instanbul

– no trajeto, as janelas enormes de vidro e limpas trazem ótima visão do pátio de manobras do Aer. de Istanbul; parei para tirar fotos do Boeing 787 acoplado ao terminal e sendo preparado para mais uma missão, com um Airbus A321 estocado ao fundo

Janelas do Aer. de Istanbul
Boeing 787 da Turkish

– o aeroporto foi construído pensando nos fumantes: uma área identificada como “Teras / Terrace” permite que os amantes do tabaco aliviem sua ansiedade antes da viagem

Fumódromo em Istanbul

– nas áreas em frente às dezenas de portões de embarque, mais medidas de segurança contra a epidemia estão presentes: os bancos estão sinalizados para indicar a necessidade de manutenção de distância entre os passageiros

Assentos sinalizados
Assentos sinalizados

– eu não dei muita sorte: o portão B16 está localizado no extremo direito da área de embarque, era o último gate: foram incríveis 06 lances de esteiras rolantes no caminho até lá, a caminhada foi longa

Esteiras rolantes em Instanbul

– nos arredores do portão B16 a aglomeração de pessoas era grande, com uma fila desarrumada formada; o início do embarque foi anunciado às 13:25h

Portão B16 de Istanbul
Portão B16 de Istanbul
Portão B16 de Istanbul

– o Airbus A330 que me levaria até a capital da Espanha estava acoplado ao finger bem em frente às grandes janelas: de prefixo TC-JOG (apelido “Truva (Troy)“), sempre fez parte da frota da TURKISH AIRLINES desde que foi entregue em abril de 2015

A330 em Instanbul
A330 em Instanbul
A330 em Instanbul

– vi que outro A330 da maior companhia aérea turca e que carrega uma pintura especial “retrô” (prefixo TC-JNC, apelido “Kushimoto”) estava no portão do lado; já tinha fotografado esta aeronave de bico preto, durante uma conexão na Cidade do Panamá há alguns anos

A330 com pintura retrô
A330 com pintura retrô

O EMBARQUE NO AIRBUS A330

– deixei a fila diminuir e um pouco depois de 13:40h me dirigi tranquilamente ao portão para embarcar no Airbus

Portão B16 de Istanbul
Painel do Gate B16

– a estrutura de vidro e sem propagandas da ponte de embarque dava ampla visão do pátio, com 03 aeronaves de fuselagem larga da TURKISH estacionados lado a lado sendo preparados para suas próximas missões

Aviões da Turkish

– na porta do A330, um kit era oferecido por um comissário: HYGIENE KIT composto por 02 máscaras, 02 lencinhos umedecidos e um frasquinho de álcool líquido

Kit de higienização
Kit de segurança
Kit de segurança

– os passageiros da classe Econômica embarcaram pela porta 2L; me dirigi ao 2º corredor e, olhando para a esquerda, vi a classe Executiva desta aeronave, que tinha uma configuração 2 x 2 x 2

Classe Executiva do A330

– fui direto para o meu lugar: 23K, uma janela do lado direito do A330, na última fileira da 1ª seção da Economy; as poltronas são revestidas de tecido azul claro mesclado com os encostos de cabeça com 02 cores (o azul escuro e vermelho)

Assento 23K do A330

– dei sorte por um lado e azar por outro: voaria sem ninguém ao meu lado com o inconveniente de um banheiro estar instalado na parte central da aeronave, pertinho do meu lugar

Banheiro central do A330

– um apoio para os pés está instalado na estrutura inferior da poltrona da frente, é um ótimo item de conforto adicional; o espaço para as pernas era apenas razoável

Apoio para os pés
Espaço para pernas

– a configuração de cabine da classe Econômica deste A330 da TURKISH era 2 x 4 x 2; os passageiros estavam mal distribuídos a bordo, pois estava com alta ocupação na 1ª seção e bem vazio na parte de trás, o que não faz o menor sentido nesta fase de pandemia

Inside Cabin do A330
Inside Cabin do A330
Inside Cabin do A330
Inside Cabin do A330

– uma porta USB instalada na parte inferior da tela do sistema de vídeo permite que o celular seja carregado durante o voo

Porta USB no A330

– eram 13:58h quando tivemos um anúncio do Piloto; primeiro ele falou em turco e, depois, em inglês; ele informou que o processo de embarque esteja completado e que, em mais ou menos 10 minutos, partiríamos para Madrid, com 03 horas e 45 minutos de duração de voo e algumas nuvens no trajeto estavam previstas

– a revista de bordo foi retirada dos bolsões da poltrona de frente, somente o saquinho de papelão para o caso de enjoo e o safety card do A330 estavam disponíveis

O VOO PARA MADRID

– o vídeo com as instruções de segurança foi projetado de forma obrigatória nas telas individuais de todos um pouco depois de 14:00h; primeiro foi exibido em turco (áudio e legenda) e, depois, em inglês (áudio e legenda)

Vídeo de segurança (turco)
Vídeo de segurança (turco)
Vídeo de segurança (inglês)
Vídeo de segurança (inglês)

– o procedimento de pushback foi iniciado às 14:04h, portanto, o voo TK1859 partia no horário para Madrid; no pátio atrás, muitas aeronaves da TURKISH estavam estocadas, esperando a crise do setor aéreo passar

Pushback em Instanbul
Pushback em Instanbul
Pushback em Instanbul

– o aeroporto é enorme e tem 06 pistas, a menor com 3.060 metros de extensão e a maior com 4.100 metros; fizemos um lento taxiamento, tendo um Boeing 787-9 a nossa frente partindo para San Francisco (Estados Unidos)

Taxiando em Istanbul
Taxiando em Istanbul
Cabeceira do Aer. de Istanbul

– a decolagem foi iniciada às 14:16h pela pista 35L que tem 4.100 metros de extensão; foram 42 segundos até que os 02 motores GE CF-6 empurrassem o A330 em potência máxima e tirassem a aeronave do chão

Início do voo para Madrid
Início do voo para Madrid
Início do voo para Madrid
Início do voo para Madrid

– o vídeo completo da decolagem está publicado no canal YouTube do V&A

– nos primeiros minutos de voo, depois do A330 fazer uma acentuada curva para a esquerda, sobrevoamos um mar de nuvens brancas lá embaixo

Janela do A330 com mar de nuvens
Janela do A330 com mar de nuvens
Janela do A330 com mar de nuvens

– o aviso de apertar cintos foi apagado somente às 14:33h, antes disso, alguns passageiros levantaram para ir ao banheiro e foram “convidados” pela tripulação de cabine a voltar para seus lugares

– comecei a explorar logo o sistema de vídeo: a tela tinha um bom tamanho e resolução bem razoável, com tecnologia touchscreen para navegação, além de um controle remoto logo abaixo do monitor

Sistema de Vídeo
Sistema de Vídeo
Controle Remoto do A330

– o fone de ouvido simples e embalado em um plastico foi distribuído logo depois da decolagem; como a TURKISH opera voos regulares para Guarulhos, o sistema tem menu em português

Fone de Ouvido
Menu em português

escolhi para assistir o filme “Motherless Brooklyn“, um filme de 2019 com Edward Norton e Bruce Wills, que conta a história de um detetive particular com síndrome de Tourette que se arrisca para solucionar o homicídio de seu melhor amigo

Flime no voo para Madrid

– a TURKISH coloca algumas propagandas antes da exibição dos filmes, agora que me irrita

Propaganda antes do flime
Propaganda antes do flime

– eram 14:45h quando a tripulação começou a oferecer o serviço de bordo, distribuindo uma sacola marrom de papelão, lacrada com um grande adesivo; dentro, era fornecido: sanduíche de queijo e tomate, fatia de bolo de chocolate, caixinha de suco de pêssego e garrafinha de água

Serviço de bordo
Serviço de bordo
Serviço de bordo

– o voo seguia muito tranquilo, sem turbulência; olhar pela janela do A330 era um prazer, a tarde estava linda na Europa, a paisagem mudava a toda hora, era difícil parar de tirar tantas fotos

Em algum lugar…
Em algum lugar…
Em algum lugar…
Em algum lugar…
Em algum lugar…
Em algum lugar…
Em algum lugar…
Em algum lugar…

– o cansaço de dias intensos na Turquia bateu forte e acabei dando uma cochilada; dois fatores ajudaram: a poltrona reclina a um ângulo razoável e o encosto de cabeça permite regulagem das extremidades, o que permite um melhor apoio do pescoço

Poltrona reclinada
Encosto com regulagem

acordei quando faltavam um pouco mais de 01 hora e 30 minutos para a chegada na Espanha

– lembrei de acessar a opção “Mapa de Voo” do sistema de entretenimento, que fornece várias informações detalhadas sobre o voo; naquele momento, estávamos sobrevoando a Ilha da Sardenha, na Itália

Mapa de Voo do A330
Mapa de Voo do A330
Mapa de Voo do A330
Mapa de Voo do A330

– alguns minutos depois, registrei alguns dados mais técnicos do voo: voávamos a 846 km/h, a uma altitude de quase 12.000 metros, tínhamos decolado há 02 horas e 14 minutos e a temperatura externa era de -63 graus

Dados de voo no IFE
Dados de voo no IFE

– voltando a contemplar a paisagem da janela do Airbus, percebi que algumas nuvens dominavam o cenário e já sobrevoávamos a Península Ibérica

Em algum lugar…
Em algum lugar…

– em respeito à religião do povo turco, o sistema de vídeo também traz uma opção que auxilia os passageiros na realização das cinco orações públicas que cada muçulmano deve realizar diariamente, voltados para Meca

Instruções para oração

– já estávamos na fase final do voo e chegou a hora de ir conferir o banheiro; preferi ir lá no fundo da aeronave, ao lado da galley traseira onde 02 comissários conversavam tranquilamente; estava limpo e, além de uma loção de mão, álcool gel também estava disponível

Banheiro do A330
Banheiro do A330
Banheiro do A330

– eram 17:32h quando tivemos um anúncio vindo do cockpit, quando o Comandante, novamente em turco e inglês, informou que faltavam cerca de 30 minutos para o pouso e que a temperatura em Madrid era de 16 graus

– logo em seguida, passamos por algumas nuvens mais pesadas, com uma turbulência bem leve

Passando pelas nuvens
Passando pelas nuvens
Passando pelas nuvens
Passando pelas nuvens

– o trem de pouso foi armado e travado às 17:54h, com o sistema localizado bem abaixo dos meus pés, levei um susto com o barulho e tremedeira!

– os flaps das asas foram acionados, fazendo com que o A330 começasse a perder altitude na aproximação final

Fase final do voo para Madrid
Fase final do voo para Madrid
Fase final do voo para Madrid

– o pouso foi realizado com total segurança às 15:57h (no horário local, a diferença de fuso horário entre Istanbul e Madrid nesta época do ano é de -2 horas) pela pista 32L, que tem 3.988 metros de extensão; o tempo total de voo foi de 03 horas e 41 minutos

Pouso em Madrid
Pouso em Madrid
Pouso em Madrid

taxiamos lentamente por um aeroporto com baixo movimento de aeronaves, uma realidade muito diferente daquele que vi nas minhas passagens pelo Aeroporto Adolfo Suárez – Madrid Barajas no passado

Taxiando em Madrid
Taxiando em Madrid
Torre do Aer. de Madrid

– por volta de 16:05h, encostamos no terminal de passageiros ao lado de um Boeing 787-9 Dreamliner da SAUDI ARABIAN AIRLINES

Estacionando em Madrid

– o desembarque foi feito de forma caótica, com muitos passageiros ficando em pé nos corredores da aeronave logo que ele foi calçada, ignorando por completo o comando feito pela tripulação pelo sistema de áudio para que as pessoas aguardassem sentadas a hora de sair; a porta 2L do A330 foi utilizada por todos

A330 em Madrid
A330 em Madrid

AVALIAÇÃO GERAL: como já registrei no flight report do 1º voo desta viagem com a LATAM BRASIL, comprei passagem com pouca antecedência e a concessão do upgrade para a classe Premium Business nos voos para/da Europa a relação custo-benefício se tornou muito boa; o Aeroporto de Istanbul é simplesmente fantástico, com uma estrutura moderna e eficiente, oferecendo muitas opções aos passageiros que embarcam por lá, inclusive a possibilidade de fazer o teste PCR para COVID, com entrega do resultado em poucas horas; voar em um Airbus A330, aeronave de fuselagem larga, para uma jornada de menos de 04 horas é ótimo, ainda mais com a sorte que dei de não ter ninguém ao meu lado; a má distribuição dos passageiros a bordo (cheio na frente, vazio atrás) é um ponto que precisa ser apontado; o sistema de vídeo tem virtudes, com boas opções de filmes e conteúdo em português; o serviço de bordo foi ótimo, considerando que estamos em uma fase diferente, em que mudanças foram necessárias para aumentar o nível de segurança a bordo; o kit de higiene entregue na porta da aeronave é uma medida muito oportuna e bem-vinda; o voo partiu e chegou no horário, pontualidade é sempre algo importante; os contatos com a tripulação foram mínimos, não consigo tecer comentários sobre isso; no geral, foi uma experiência muito boa com a TURKISH AIRLINES

1 responder
  1. Ana
    Ana says:

    Oi essa área onde são realizados os testes ficam onde no aeroporto de instanbul? Posso fazer antes de embarcar na volta ao Brasil

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.