Voando com a Latam Brasil

– hora do último voo de 2019!

– este seria o 156º voo do ano; com ele, completei mais de 284.000 quilômetros voados (o que equivalente a 7,1 giros ao redor da Terra)

– como já registrei em outros posts do V&A, minha irmã caçula está passando uma temporada até o final de 2020 em Miami/Estados Unidos; a família passou as festas de Natal na Terra do Tio Sam; este é o flight report do voo de retorno ao Brasil

– a distância de 4072 milhas (cerca de 6.550 quilômetros) separa a cidade do sul da Florida e Guarulhos

— ficamos 08 dias em solo americano e dediquei uma das tardes para praticar o spotting e registrar o intenso tráfego de aeronaves na cabeceira 09 do Aeroporto local (confira AQUI ta seleção de fotos)

Airbus A380 da Lufthansa e Airbus A380 da Air France
Boeing 747F da Martinair Cargo
Boeing 737-800 da Gol

A COMPRA DA PASSAGEM

– por conta da diferença de “preço”, decidimos voar novamente no dia da virada do ano, repetindo o que fizemos em 2018, quando voltamos ao Brasil vindos de Lisboa/LIS no dia 31 de dezembro a bordo do – já aposentado – Airbus A340 da TAP (confira AQUI os detalhes deste voo em classe Executiva)

Inside da Classe Executiva do A340 – Visão Geral
Airbus A340 da TAP no Aer. do Galeão

– no final de agosto de 2019 (cerca de 04 meses antes da viagem) fiz a emissão das passagens da “galera” (eu, Patroa, Herdeira e Enteada) recorrendo ao Programa Latam Pass; em função da menor quantidade de pontos exigidos, os voos originais escolhidos não eram, de fato, os melhores:

  • ida: Rio / SP / Belém / Miami (26.100 pontos por pessoa)
  • volta: Miami / Fortaleza / Rio (25.200 pontos por pessoa)

– em outubro, a LATAM mandou uma notificação por e-mail informando que o voo de Miami para Fortaleza tinha sido cancelado; entrei em contato com a Central de Atendimento e rápida e facilmente fomos realocados no voo para Guarulhos e, depois, Galeão

– e demos sorte no voo de ida também: em função de uma alteração do horário do voo de Belém para Miami, liguei novamente para a Central e pedi para alterar a combinação de voos “pinga-pinga”, melhorando muito a nossa vida, pois não seria mais necessário fazer conexão na capital do Pará, fomos acomodados no voo direto de Guarulhos para Miami

O AEROPORTO DE MIAMI/MIA

– tínhamos alugado um carro, por isso, fizemos a devolução no prédio do Rental Car Center, que fica nos arredores do Aeroporto; um trem automatizado faz a conexão com os terminais de passageiros, em um trajeto de poucos minutos

Trem no Aer. de Miami
Trem no Aer. de Miami
Trem no Aer. de Miami
Trem no Aer. de Miami

– o atendimento da LATAM neste terminal é feito no Concourse J; depois de desembarcar, a caminhada é longa, por corredores estreitos e de teto baixo, com esteiras rolantes ajudando no deslocamento

Acesso ao Concourse J do Aer. de Miami

– a movimentação era intensa nos arredores dos guichês da LATAM, a fila de passageiros para fazer o check-in era grande; chegamos lá por volta de 17:10h

Área de Check-in da Latam em Miami

– em função do meu status Black Signature (que conquistei alguns dias antes deste voo) no Programa LATAM Pass, eu tinha aplicado para o upgrade de cabine, que foi confirmado para 02 pessoas: eu e Enteada viajaríamos na Premium Business

– na hora que me apresentei no pequeno balcão na área de atendimento preferencial, a funcionária perguntou meu nome e pediu que aguardássemos um pouco; alguns segundos depois chegou a Agente do Special Service, cumprimentando de forma calorosa a todos

Área de Check-in da Latam em Miami

– esta seria a minha 2ª experiência com este benefício que a LATAM oferece unicamente aos passageiros da categoria Black Signature em alguns aeroportos do mundo, quando um funcionário oferece todo o apoio necessário até o momento do embarque

meu 1º contato tinha sido no voo do Brasil para Israel (Tel Aviv/TLV) alguns dias antes, quando iniciei minha jornada até Doha no Qatar, para ver a final entre Flamengo e Liverpool (confira AQUI como foi esta viagem na classe Executiva de um Boeing 787-8 da LATAM CHILE)

Asa e Motor do B787 da Latam Chile

– perdemos pouco tempo no processo de check-in, foi aquele necessário para que um funcionário etiquetasse as malas que despacharíamos, pois os cartões de embarque já estavam impressos

– o movimento no controle de segurança não era dos maiores, foi muito tranquilo passar as bagagens de mão pelo aparelho de raio- x

Controle de Segurança do Aer. de Miami

– o trajeto até o salão de embarque principal é relativamente curto, é preciso passar por um corredor largo e de teto baixo, onde algumas lojas estão instaladas; na parte final, estão dispostas algumas coloridas cadeiras de balanço

Área de Embarque do Aer. de Miami
Área de Embarque do Aer. de Miami
Área de Embarque do Aer. de Miami
Área de Embarque do Aer. de Miami

– nesta área, as janelas de vidro da estrutura do terminal permitiram que víssemos a parte traseira da aeronave que operaria nosso voo: Boeing 777-300ER de prefixo PT-MUJ, que sempre pertenceu à frota da LATAM BRASIL, desde que foi entregue em agosto de 2013; ela já está pintada com a nova identidade visual do Grupo Latam

Boeing 777 da Latam no Aer. de Miami

– eu tinha fotografado justamente esta máquina chegando de Guarulhos naquela tarde de spotting que fiz alguns dias antes, perto da cabeceira 9

Boeing 777-300ER da Latam Brasil
Boeing 777-300ER da Latam Brasil
Boeing 777-300ER da Latam Brasil

seguindo na área de embarque, deve-se virar à direita e alcançar outro longo corredor onde ficam os Gates e, também, onde mais algumas lojas e lanchonetes estão instaladas; esteiras rolantes agilizam o deslocamento dos passageiros

Saguão com Portões do Aer. de Miami
Saguão com Portões do Aer. de Miami

– passei no Portão J5 (com arredores ainda vazios) para ver o Triplo 7 acoplado ao finger do Aer. de Miami; naquele final de tarde, o sol refletia no lado direito da fuselagem da aeronave

Portão J5 do Aer. de Miami
Boeing 777 da Latam no Aer. de Miami
Boeing 777 da Latam no Aer. de Miami

A SALA VIP DA LATAM

– a Sala Vip da LATAM fica perto do Portão J7, ao lado do Lounge da AVIANCA, que opera muitos voos por dia com destino às Américas do Sul e Central neste aeroporto da Flórida; é preciso subir um lance de escada rolante para ter acesso; chegamos lá por volta de 17:35h

Entrada da Sala VIP da Latam
Entrada da Sala VIP da Latam

– de tamanho apenas mediano, o espaço tem móveis novos e baixos (de cores cinza, azul escuro e vinho), dispostos em muitos ambientes: área social, business center, salão de TV e área de descanso

Área Social da Sala Vip da Latam
Área Social da Sala Vip da Latam
Área Social da Sala Vip da Latam
Sala de TV na Sala Vip da Latam
Business Center da Sala Vip da Latam
Área de descanso da Sala Vip da Latam

– o Lounge ainda oferece algumas facilidades adicionais aos passageiros que o frequentam: painel eletrônico com informações com os voos que partiriam naquele inicio de noite e uma bancada com revistas e jornais

Painel de voos na Sala Vip da Latam
Revistas e Jornais da Sala Vip da Latam

– na área de buffet, há uma grande bancada com comidas quentes e frias (saladas e frios), além de outra com pães, biscoitos e frutas; ali perto, sucos e bebidas alcoólicas são oferecidas

Buffet da Sala Vip da Latam
Buffet da Sala Vip da Latam
Buffet da Sala Vip da Latam
Buffet da Sala Vip da Latam

– o espaço tem visão para uma parte extrema do pátio do Aeroporto; enquanto estávamos lá, um Airbus A330 da AEROLINEAS ARGENTINAS partiu de volta para Buenos Aires

Vista para o pátio na Sala Vip da Latam
Airbus A330 da Aerolineas Argentinas

– há apenas uma sala de banho e estava vazia quando consultei a funcionária da recepção; ela pegou a chave e me acompanhou até lá; de bom tamanho, oferecia kit completo de toalhas de pano e, também, amenidades; tomei uma ótima chuveirada

Banho na Sala VIP da Latam
Banho na Sala VIP da Latam

O EMBARQUE NO BOEING 777-300ER

– o embarque do voo LA8191 com partida marcada para 19:10h foi anunciado pelo sistema de áudio do Lounge assim que foi iniciado às 18:15h; a caminhada até o Portão J5 (desta vez, os arredores já estavam cheios de passageiros) foi muita rápida

Portão J5 do Aer. de Miami
Portão J5 do Aer. de Miami
Portão J5 do Aer. de Miami
Portão J5 do Aer. de Miami

– a agente do Special Service nos esperava no Gate e nos chamou para ficar em uma parte reservada, bem ao lado da ponte de embarque, de frente para o Boeing que nos traria de volta à terrinha; esperamos alguns minutos até que a entrada no avião fosse autorizada unicamente pela porta 2L

Boeing 777 da Latam no Aer. de Miami

– este seria meu segundo contato com o novo padrão de classe Executiva da LATAM, que foi lançada em julho de 2019; a primeira tinha sido no voo de Guarulhos/GRU para Lima/LIM na viagem para assistir a final da Copa Libertadores entre Flamengo (campeão!!!!) e River Plate (confira AQUI a avaliação completa)

Embarque da torcida do Flamengo em Guarulhos
Bandeira do Flamengo a bordo

– a nova cabine tem 10 fileiras (uma delas tem apenas 02 assentos na zona central) na configuração 1 x 2 x 1, ou seja, todos os passageiros têm acesso direto aos corredores da aeronave; este esquema representa uma evolução tremenda frente ao antigo 2 x 3 x 2 da outra cabine, mas também uma redução do número de pessoas que podem viajar nesta classe: de 56 para 38; neste voo, a ocupação era baixa: cerca de 60% dos assentos estavam ocupados

Inside Cabin do B777 da Latam
Inside Cabin do B777 da Latam
Inside Cabin do B777 da Latam

– logo depois que acomodamos nossas malas no bagageiro superior (por volta de 18:40h), o welcome drink foi servido: champagne (em boa temperatura), junto com um patinho de nuts quentes

Welcome Drink da Business da Latam

– eu fiquei alocado na poltrona 8L, uma janela do lado direito da aeronave, na penúltima fileira da Business Class (a enteada ficou logo atrás); o conjunto de cobertor e travesseiro já estava disponível em cima do assento; ainda antes da partida, a Comissária perguntou se eu gostaria que fosse colocada logo a cobertura que torna o encosto da poltrona mais confortável, eu respondo positivamente

Assento 8L da Business do B777
Assento 8L da Business do B777
Assento 8L da Business do B777

– o sistema do cinto de segurança é igual a aquele que temos nos carros de passeio (tipo “3 pontos”), ou seja, não se limita ao tradicional abdominal

Cinto de Segurança 3 Pontos do B777

– ao contrário da maioria dos assentos instalados nas pontas do Boeing 777, que tem algumas janelas ao dispor dos passageiros, eu só teria uma

– na estrutura que contorna o assento, já estavam disponíveis as amenidades oferecidas pela LATAM: par de “pantufas”, a Necessaire de sempre e uma garrafa de água

Amenidades da Business da Latam

– a necessaire é completinha (meia, tapa-olhos, protetor auricular, caneta, kit dental, protetor labial e creme de mão), mas é básica, apesar de vir com alguns produtos da marca L’Occitane; no caso do chinelo, ele tem tamanho único, no meu caso, elas ficaram apertadas no meu pé

Necessaire da Business da Latam
Chinelo da Business da Latam

– para carregar equipamentos eletrônicos, uma tomada universal e uma porta USB estão instalados na parte superior da estrutura do assento, em boa localização, de fácil acesso

Tomada e Porta USB no B777 da Latam

– na parte inferior do console instalado à frente, há um buracopara guardar os sapatos; na parte superior da estrutura do assento, há um “caixote“, ótimo para guardar objetos pessoais; o cartão com instruções de segurança e a revista de bordo “Vamos” ficam em um pequeno nicho no vão de acesso ao assento

Porta Sapatos no B777 da Latam
Porta Objetos no B777 da Latam
Safety Card e Revista de Bordo no B777

O VOO PARA GUARULHOS/GRU

– as portas do Boeing foram fechadas às 18:55h e o procedimento de pushback foi iniciado 05 minutos depois, portanto, dentro do horário, com alguns minutos de sobra; o vídeo com instruções de segurança começou a ser exibido neste momento

Vídeo com Instruções de Segurança

– durante o taxiamento, passamos por um Boeing 787 com as antigas cores da LAN CHILE; um gigante Airbus A380 com as cores da alemã LUFTHANSA seguia atrás da gente, pronto para voltar para Munich/MUC

Taxiando no Aer. de Miami
Taxiando no Aer. de Miami

– chegamos rapidamente à cabeceira da pista 27 do Aer. de Miami, que tem 3.962 metros de extensão; os motores GE-90 empurraram o B777 por quase 40 segundos até tirá-lo do chão; nos primeiros segundos voo, quem viajava nas janelas pôde apreciar a cidade de Miami iluminada lá embaixo

Decolando em Miami
Decolando em Miami
Decolando em Miami

– logo depois da decolagem, acessei o sistema de entretenimento, que tem uma tela de bom tamanho e ótima resolução, com tecnologia touchscreen; as opções de conteúdo são muito boas, mas como tinha feitos voos de longa duração alguns dias antes, eu já tinha assistido a maioria dos filmes disponíveis

Sistema de Vídeo do B777 da Latam

– escolhi para assistir o filme “Gemini Man” (2019) com Will Smith e Clive Owen, que conta a história da criação de clones humanos por um criminoso líder de um exército paramilitar

Filme Projeto Gemini

– o fone de ouvido é envolvido com plástico; se a ideia da LATAM é indicar que ele foi higienizado, acredito que o efeito é contrário, pois a aparência é muito feia; no mais, funciona razoavelmente bem, isolando de forma razoável o som da cabine

Fone de Ouvido da Business da Latam
Fone de Ouvido da Business da Latam

– o controle remoto fica escondido no braço esquerdo da poltrona; é pequeno e tem na parte superior um botão redondo que funciona como um mouse para a navegação

Controle Remoto no B777 da Latam

– eram 19:25h quando o sinal de apertar cintos foi apagado e não demorou para que a tripulação que atendia a classe Executiva começasse a consultar os passageiros acerca das escolhas para o jantar que seria servido

– o menu impresso trazia os detalhes das 03 opções de prato principal; neste voo, não dei sorte: as 02 opções com proteína – costela e peixe – não me apeteceram; por exclusão, pedi a salada de queijo azul com champignon assado, tomate seco, amêndoa, rúcula e variedade de alface

Menu do Jantar na Business da Latam

– o caldinho ralo (que eu nunca descobri o sabor, com desconfiança de ser de carne, mas que é gostoso) foi servido às 19:45h

Entrada no jantar da Business da Latam

– neste voo, teve o esquema de preenchimento prévio de um formulário com as minhas opções para o café da manhã; o passageiro pode optar por dormir um pouco mais e comer menos, ou ser acordado mais cedo e ter uma refeição matinal mais completa (minha escolha); as bebidas (quente e fria) também podem ser indicadas (pedi café preto e suco de laranja)

Formulário do Café da Manhã na Business da Latam
Formulário do Café da Manhã na Business da Latam

– a bandeja com a entrada (salmão defumado com sala de quinoa vermelha, alcaparra e zest de limão), o prato principal e o prato de seleção de queijos para sobremesa (as outras opções eram creme de limão, mousse de chocolate negro e sorvete) foi entregue por volta de 20:20h; continuei no champagne para acompanhar

Jantar na Business da Latam
Jantar na Business da Latam
Jantar na Business da Latam

– hora de ir ao banheiro, localizado na parte da frente da aeronave para escovar os dentes; ao contrário do resto da cabine, minha percepção é que o toalete não passou pelo processo de modernização, pois parece ser o mesmo de sempre; estava limpo e não tinham os lencinhos umedecidos que tanto gosto

Banheiro do B777 da Latam
Banheiro do B777 da Latam

– na volta para meu lugar, o sono já estava batendo forte, hora de colocar a poltrona na posição cama; os comandos estão localizados no lado esquerdo da base da estrutura do assento é fácil colocá-lo em 180 graus; o ótimo cobertor oferecido pela LATAM foi muito providencial: com a baixa ocupação da cabine superior, o ambiente ficou frio demais, por isso o ótimo cobertor foi fundamental; não demorei para dormir e descansar um pouco; portanto, o réveillon aconteceu enquanto eu estava chapado, não consigo dizer se teve alguma comemoração a bordo

Posição Cama no B777 da Latam
Comandos da regulagem da poltrona
Comandos da regulagem da poltrona

– o café da manhã foi servido às 01:45h; eu tinha escolhido o prato de queijos e presuntos, acompanhado de frutas (laranja, morango e melão) e iogurte com geleia; um tripo de pães foi servido junto

Café da Manhã na Business da Latam
Café da Manhã na Business da Latam
Café da Manhã na Business da Latam

– acessei o software de Mapa de Voo do sistema de entretenimento, que traz dados real time sobre a viagem: passávamos perto de Brasília, estávamos a uma velocidade superior a 880 km/h, a temperatura externa era de -39 graus Celsius, ainda faltava a distância de 986 quilômetros para chegarmos em Guarulhos (já tínhamos percorrido mais de 5.600 km); 04:54h – de Brasilia – era a previsão de chegada em solo brasileiro (naquela época do ano, a diferença de fuso horário entre Brasil e Miami é de +2 horas)

Mapa de voo no B777 da Latam
Mapa de voo no B777 da Latam
Mapa de voo no B777 da Latam
Mapa de voo no B777 da Latam

– eram 02:30h (04:30h no horário brasileiro) quando tivemos um anúncio do Comandante pelo sistema de áudio, que não estava funcionando direito, produzindo um som abafado

– o tradicional comando vindo do cockpitTripulação preparar para o pouso” foi feito às 02:38h (04:38h); o trem de pouso foi armado e travado 10 minutos depois; os últimos minutos de voo foram feitos com o 1º dia de 2020 amanhecendo

Chegando em Guarulhos
Chegando em Guarulhos
Chegando em Guarulhos
Chegando em Guarulhos

– o pouso foi feito com total segurança às 04:54h, no exato horário previsto no Mapa de Voo, pela pista 09R do Aer. de Guarulhos, que tem 3.000 metros de extensão; depois taxiamos pelas pistas auxiliares até o Terminal 3 do terminal paulista

Taxiando no Aer. de Guarulhos
Taxiando no Aer. de Guarulhos
Taxiando no Aer. de Guarulhos
Taxiando no Aer. de Guarulhos

– encostamos às 05:00h no terminal de passageiros e menos de 05 minutos depois o desembarque foi autorizado; assim como na entrada, houve a utilização única da porta 2L

Boeing 777 da Latam no Aer. de Guarulhos
Boeing 777 da Latam no Aer. de Guarulhos
Boeing 777 da Latam no Aer. de Guarulhos

– as malas foram devolvidas pela Esteira 305 e uma delas demorou bastante para aparecer, ficamos mais de 20 minutos esperando, mesmo com a supervisão da Agente do Special Service, que tinha nos recepcionado na porta do Boeing 777 e nos acompanhado desde então

Esteira 305 do Aer. de Guarulhos

– depois de passar pelo controle alfandegário (sem sustos ou stress), fizemos todos os procedimentos de conexão para pegar o primeiro voo de 2020: LA4508, com destino ao Galeão/GIG, que foi operado pelo Airbus A321 de prefixo PT-MXF

A321 da Latam no Aer. de Guarulhos
A321 da Latam no Aer. de Guarulhos

AVALIAÇÃO GERAL: gastei apenas 25.200 pontos para a emissão da passagem, dei sorte com a mudança dos voos e ainda consegui o upgrade para a Premium Business, ou seja, deu tudo certo e a relação custo-benefício foi ótima; o atendimento do Special Service no Aer. de Miami foi super atencioso e simpático, da mesma forma que no Aer. de Guarulhos; a Sala VIP da Latam neste terminal americano não tem nada de muito especial, o buffet é básico, mas tem boa variedade de bebidas alcoólicas; o Boeing 777-300ER com motor GE-90 é o maior avião da frota da LATAM BRASIL, é uma máquina excelente e funciona muito bem nesta rota de alta demanda (a companhia opera 02 voos diários entre as cidades); a nova Business Class lançada no meio de 2019 trouxe uma evolução do conforto muito grande, apesar da redução do número de assentos; a tripulação de cabine teve atitude correta e sem erros em todos os contatos; o menu do jantar não me favoreceu, mais por culpa das minhas restrições gastronômicas; o café da manhã da companhia brasileira é sempre “honesto”, a mesma experiência de tantos outros voos em classe superior, sem surpresas (positivas ou negativas); o voo partiu dos Estados Unidos e chegou no Brasil nos horários previstos, o que nos permitiu pegar a conexão de Guarulhos para o Galeão sem stress

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.