Voando com a AZUL (SDU/VIX)

__Azul_sdu_viX

  – não viajava com a AZUL desde abril de 2015, quando fiz 02 voos (Rio-Brasília e Porto Alegre-Rio); a companhia descontinuou a rota Rio-Brasília, o trecho que mais faço nas viagens de trabalho, por isso estou há tanto tempo sem conferir os serviços dela
 COMPRA DA PASSAGEM
  – comprei passagem diretamente no site da AZUL na 1ª quinzena de abril por R$ 137,90 para voar do Rio de Janeiro (aeroporto central – Santos Dumont – sigla SDU) para Vitória (capital do Espírito Santo – Aeroporto Eurico de Aguiar Salles – sigla VIX); na simulação de compra abaixo (junho de 2016) há a indicação de que a companhia opera 02 voos diretos entre as capitais e são 02 tipos de tarifas para compra: Promo (a que comprei) e a Flex; as diferenças mais relevantes entre elas são a quantidade de pontos acumulados no Programa TudoAzul e a isenção de taxa de cancelamento e alteração no caso da Flex
 regras azul.png
  – fiz check-in na noite anterior, via Internet, de forma a ganhar tempo e de olho nos 250 pontos no Programa TudoAzul que a companhia oferece aos passageiros que usam esta facilidade 250 pontos
AEROPORTO SANTOS DUMONT
 – nesta manhã de sábado encontrei um céu nublado na Cidade Maravilhosa; cheguei às 06:40h no Santos Dumont para o voo marcado para 07:20h e fui direto para o novo estacionamento do aeroporto, que passou por algumas reformas recentes, depois de décadas de abandono pela Infraero; agora as vagas são cobertas, os carros não ficam expostos ao sol e chuva como antigamente e o risco de ter galhos de árvore amassando a lataria não existe mais; entretanto, não há cobertura para as pessoas, se estiver chovendo todos chegarão molhados no saguão de embarque; por fim, o preço não é convidativo: paguei R$ 55,00 por um período de 05 horas
  – como estava com tempo, passei na área de check-in da AZUL para conferir a situação; tranquilidade total, pouco movimento de passageiros, os balcões estavam quase vazios, da mesma forma que os totens que a companhia oferece para o auto-atendimento

– o Aeroporto Santos Dumont é pequeno, são apenas 08 pontes de embarque mais 06 portões para embarque remoto com o auxílio de ônibus; mas é um terminal com linhas modernas e com várias opções de lojas e lanchonetes; no verão, o calor é um problema crônico, a Infraero é obrigada a recorrer a aparelhos de ar-condicionado portáteis para diminuir o desconforto dos passageiros; nesta manhã, o fluxo de pessoas era pequeno, não demorei nem 02 minutos para passar pelo controle de segurança

EMBARQUE NO EMBRAER E-195

– antes das 06:55h o embarque do voo AD 4994 foi iniciado pelo Portão 8 (localizado na extrema esquerda do terminal) e usei a fila de prioridades, por conta do meu status Safira no Programa TudoAzul, para entrar logo na aeronave

  – para este voo estava escalado o Embraer E-195, prefixo PR-AYZ, que carrega o apelido “Azul de A a Z” na parte da frente da fuselagem; esta aeronave construída no Brasil foi entregue em novembro de 2011 e está muito bem conservada
  – na porta da aeronave, a Chefe de Cabine (na AZUL, ela se apresenta como  Comissária Líder) recepcionava os passageiros com um grande sorriso; ela se mostrou muito atenciosa durante todo o voo
  – o assento escolhido pela Internet foi o 8D, uma janela do lado direito da aeronave; o E195 tem uma configuração ótima na visão do passageiro: são apenas 02 poltronas de cada lado, portanto, não há riscos de sentar na incômoda e indesejável poltrona do meio; o espaço para pernas é bastante razoável; a AZUL oferece o “Espaço Azul”: as primeiras fileiras da aeronave têm um espaço maior para as pernas e podem ser comprados a partir de R$ 25,00 (o preço varia de acordo com o trecho voado); para um voo de curta duração, descartei este custo adicional; neste voo, tivemos 60% de ocupação
  – na maioria dos aviões fabricados pela Embraer utilizados pela AZUL há monitores individuais instalados na poltrona a frente; uma parceria com a TV por Assinatura Sky proporciona 40 canais ao vivo no sistema de vídeo; a companhia oferece fones de ouvido gratuitamente; os comandos da tela ficam localizados na ponta do braço do assento de cada passageiro; sem dúvidas, esta facilidade é um diferencial da AZUL frente à concorrência
  – antes das 07:10h o embarque foi encerrado, com clara indicação de que sairíamos no horário rumo a Vitória; as portas foram fechadas às 07:13h e Leonardo Nunes e Assis Neto foram anunciados como os Pilotos deste voo, que teria a duração prevista de 50 minutos, tempo bom em rota, 28 graus de temperatura na capital capixaba; os procedimentos de segurança são feitos manualmente pela tripulação (apesar da existência do sistema de vídeo)
  – a AZUL está atrás da concorrência em algo cada vez mais essencial: o celular não pode ficar ligado durante pousos e decolagens, nem mesmo no chamado “modo avião”(a GOL foi a primeira a permitir, seguida da TAM e recentemente da AVIANCA)
VOO
  – o pushback foi pontualmente feito às 07:20h e decolamos às 07:28h depois das 02 turbinas empurrarem o Embraer por apenas 20 segundos 
  – como o voo era curto, o serviço de bordo começou a ser preparado: antes das 07:35h a Comissária Líder passou anotando as opções de bebida dos passageiros (escolhi o suco de pêssego light); depois ela voltou para a “cozinha” do avião, preparou as escolhas feitas e voltou com uma grande bandeja servindo a todos; logo depois, a Comissária  passou com uma grande cesta oferecendo snacks: pacote de biscoito de polvilho (eu pedi!), saquinho com as tradicionais balas em forma de avião (também pedi!), pacotinho com cookies e bolo de laranja eram as opções; por fim é servido café, somente com açúcar; foi um lanche providencial
img_2683
  – um sol fortenuvens brancas densas lá fora proporcionavam uma vista linda pela janela do E195: acredito que são momentos como este que acendem a paixão das pessoas pela aviação
  – por volta de 07:55h, um dos Pilotos anunciou pelo sistema de áudio que já estávamos em procedimento de descida e informou que a previsão de pouso era 08:09h; a rota de aproximação em Vitória permite apreciar as belezas da cidade, é um programa a parte, ainda mais em um dia de céu claro
POUSO
  – o pouso foi feito com segurança às 08:10h; o Aeroporto de Vitória só tem 01 pista: o avião pousa, segue até o final dela e precisa dar meia volta para poder se dirigir ao terminal de passageiros; neste momento, é possível ver as obras que estão em curso para modernização: estão sendo construídos um pátio para aviões, uma nova pista de pouso e decolagem com mais de 02 quilômetros de extensão, e um novo terminal de dois andares, com capacidade para 06 milhões de passageiros por ano
img_2695
VIX

Google Maps mostra o pista atual (mais abaixo) e as obras em curso para ampliação do Aeroporto de Vitória (parte de cima)

 DESEMBARQUE
– no aeroporto capixaba ainda não há pontes de embarque, o avião estaciona em frente ao terminal de passageiros e o desembarque é feito por escadas pelas portas da frente e traseira, me lembrando os velhos e saudosos tempos do Santos Dumont; os passageiros precisam fazer uma rápida caminhada até o prédio, uma excelente oportunidade para registros fotográficos do Embraer que me levou até Vitória, encerrando esta avaliação
AVALIAÇÃO GERAL: acho que a AZUL é a empresa que oferece atualmente a melhor experiência de voo aos passageiros no Brasil, o serviço oferecido está acima da média, o que pode explicar o crescimento constante da companhia no mercado de nosso país; o preço foi razoável para um voo de menos de 01 hora; a atitude da tripulação merece destaque, as Comissárias tiveram postura positiva durante todas as fases do voo; voar em um avião construído no Brasil por uma empresa que possui reconhecimento internacional é sempre um prazer “patriota”, mas o E195 traz conforto para os passageiros, em especial pelo sistema individual de entretenimento, e o PR-AYZ está muito bem conservado; vale o registro negativo da impossibilidade de manter o celular ligado durante todo o voo; no geral, foi uma experiência muito boa
 

selo-verde

Outras avaliações da AZUL:
Avaliação de voo – Voando com a AZUL do Rio de Janeiro para Brasília:
Avaliação de voo – Voando com a AZUL de Porto Alegre para o Rio de Janeiro:
como é voar na Azul, voando na Azul, vale a pena voar com a Azul, voo da Azul
1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *