Passaredo troca de mãos

A Passaredo Linhas Aéreas anunciou que o seu controle acionário foi alterado. Os donos do Grupo Itapemirim passam a ser os acionistas da companhia aérea com sede em Ribeirão Preto/SP. O negócio fechado ainda precisa das aprovações dos órgãos competentes.

A Passaredo opera atualmente somente 07 aeronaves (todas turbo-hélice, modelo ATR-72) e a Itapemirim, que passa por um processo de recuperação judicial, é uma das maiores empresas de transporte rodoviário do Brasil (são cerca de 1.200 ônibus).

De acordo com comunicado oficial (Assessoria de Imprensa), a “estratégia de negócio com a Passaredo será realizar a integração intermodal entre as empresas, aperfeiçoando o atendimento a mercados regionais de pequeno e médio porte com ligações aos grandes centros, popularizando o acesso do transporte aéreo ao interior do Brasil, como ocorreu com a história da Itapemirim.”

E ainda: “Para tanto, o grupo, que objetiva crescer não só no transporte de passageiros mas também em cargas, deve incorporar mais 20 aeronaves à frota até o final de 2018, chegando assim a aproximadamente 80 destinos aéreos no interior do país. Por sua vez, a integração entre as malhas aérea e terrestre atingirá cerca de 2.500 cidades do Brasil.”

Como pode ser observado, os planos são ambiciosos: triplicar a frota nos próximos 18 meses.

Não é a 1ª vez que uma companhia do setor de transporte rodoviário aposta no mercado de aviação comercial no Brasil. Por exemplo, os membros da família Constantino têm um conglomerado de empresas de ônibus e são os fundadores e controladores da GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES.

Já voei e avaliei a Passaredo, de Guarulhos/GRU para o Rio de Janeiro/GIG, via Ribeirão Preto/RAO, confira AQUI como foi a experiência.

Os acordos de compartilhamento de voos que a Passaredo possui com outras companhias aéreas continuam em vigor, sem alterações.

NOTÍCIA FORMULADA EM 03.07.2017

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.