Vamos dar uma volta ao mundo?

VIAGEM DE VOLTA AO MUNDO 2017 FINALIZADA

– AS AVALIAÇÕES COMPLETAS ESTÃO SENDO PUBLICADAS –

No dia 13 de junho de 2017 embarcarei mais uma vez para uma jornada de VOLTA AO MUNDO, voando e avaliando várias companhias aéreas.

A experiência de 2016 (veja os detalhes AQUI) foi sensacional, foram 10 dias espetaculares, voando e avaliando a British Airways, a Qatar Airways, a Bangkok Airways, a Nok Air, a AirAsia, a Thai Airways, a Air New Zealand, a Jetstar e a LATAM, visitando Londres, Johanesburgo, Bangkok, Chiang Mai, Phuket, Napier e Auckland.

Para 2017, eu planejei cuidadosamente nos últimos 04 meses e consegui fechar o roteiro e todas as passagens já estão emitidas. Novamente, foram muitas análises para determinar a melhor rota (pelo leste? pelo oeste?), considerando disponibilidade de voos e as melhores oportunidades para utilização de pontos/milhas dos programas de fidelização da LATAM/Fidelidade, United/Milleage, Amigo/Avianca e Gol/Smiles.

A minha ideia inicial era fazer todos os trechos sem precisar gastar dinheiro, eu queria usar somente pontos ou milhas, mas a logística e preços muito atrativos me fizeram comprar passagem para alguns trechos (do Japão para a Tailândia + da Índia para a França). Além disso, os trechos “internos” na Austrália e no Japão serão voados com bilhetes pagos.

Ao contrário de 2016, agora em 2017 vou seguir o caminho via OESTE, saindo do Brasil para Santiago do Chile, de lá para a Nova Zelândia, depois Japão, seguindo para o Vietnã (via Tailândia), indo para a Austrália (via Japão e Tailândia), partindo depois para a Índia (via Tailândia) e finalmente, retornando à América do Sul, via Dubai e Paris. Estes são todos os detalhes (companhias aéras, datas, voos, trechos, horários, tipos de avião e classes de cabine) da nova jornada:

Nos voos operados pela LATAM, ficarei na expectativa de conseguir upgrade para a classe Executiva

Em resumo:

  • 10 companhias aéreas serão voadas e avaliadas
  • 10 modelos de avião fabricados pela BOEING (B737, B747, B767, B777 e B787) e pela AIRBUS (A320, A321, A330, A350 e A380) serão voados e avaliados
  • serão mais de 73.100 km voados, o equivalente a 1,8 voltas ao redor da Terra
  • ficarei em voo no total por cerca de 102 horas, o equivalente a 4,3 dias

No planejamento, eu consegui descobrir e aproveitar algumas “pechinchas” bem interessantes:

  • de Tóquio/Japão para Sydney/Austrália, com conexão em Bangkok/Tailândia, na Primeira Classe do A380 e do Boeing 747 da THAI AIRWAYS, por 60.000 milhas do Programa MileagePlus da United
  • de Sydney/Austrália para Mumbai/Índia, com conexão em Bangkok/Tailândia, na classe Executiva do Boeing 747 da THAI AIRWAYS, por 35.000 pontos do Programa Amigo da AVIANCA
  • de Tóquio/Japão para Bangkok/Tailândia na classe Econômica do B787 da SCOOT por R$ 400,00
  • de Bangkok/Tailândia para Ho Chi Minh City/Vietnã na classe Econômica do B737 da NOK AIR por R$ 140,0

Bons voos!

V&A

Obs.1: a programação original desta jornada teve que ser refeita em março/17, pois a companhia japonesa All Nippon Airways – ANA alterou um horário de voo, o que me obrigou a: (i) repensar na cidade a ser visitada no Vietnã (Ho Chi Minh ao invés de Hanoi) e (ii) ir para Bangkok antes de chegar a Sydnei
Obs.2: o voo TG641 da Thai Airways não foi operado por um A380, que teve problemas mecânicos e foi substituído por um B777-300ER
Obs.3: de última hora, quando já estava na Austrália, decidi fazer uma mudança para retornar 1 dia antes ao Brasil, com isso, os trechos Mumbai-Dubai-Paris-São Paulo-Rio foram substituídos por Mumbai-Zurich-Londres-São Paulo-Rio
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *