Voando com a LAN PERU (LIM-GRU)

De: Lima/Peru - Para: São Paulo/Guarulhos (LIM-GRU)
Classe: Executiva
Data: 23.04.2014
Aeronave: Boeing B767-300-ER

– este é o vôo de volta de uma ótima e gostosa viagem para Lima/Peru (vôo de ida no dia 19.04.2014), depois destes dias muito agradáveis por lá; é justo o fato desta cidade ter 4 dos 10 melhores restaurantes da América do Sul

– o vôo estava marcado para as 08:45h de uma manhã nublada na capital peruana; chegamos com 02 horas de antecedência no Aeroporto de Lima, depois da verdadeira aventura que é cruzar a cidade, o trânsito é caótico e chega a ser cômico; o aeroporto só tem 01 Terminal e passa a sensação de que está operando acima da sua capacidade

– o check-in da LAN Peru estava lotado, filas enormes, mesmo nos balcões dedicados para clientes com algum tipo de tratamento especial; depois de 15 minutos esperando, check-in foi feito rapidamente, ficaríamos na 1ª fileira da Business Class, lado direito da aeronave; o processo de passar pelo Raio-X foi rápido e fizemos compras rápidas no Free Shop e seguimos para a Sala VIP.

– decepcionante: este é o resumo da experiência da Sala VIP que a LAN oferece em Lima. Não é um espaço próprio, estava cheio e o buffet disponível era básico e muitas coisas não estavam repostas; ficamos 5 minutos e saímos, tempo perdido

– chegamos ao Portão 20 para um rápido procedimento de embarque no Boeing 767-300, que mais uma vez aparentava novo; os 24 assentos (4 fileiras de 2x2x2) da Executiva estavam ocupados, casa cheia; mais uma vez, chamou atenção o revestimento interno das paredes que separam as cabines (vinho escuro marcante)

– ao contrário do que aconteceu no voo da ida, desta vez fomos recebidos de forma mais carinhosa pela tripulação. Suco de laranja e água oferecidos, blazer guardado, malas colocadas no bagageiro e estávamos prontos para partir.

– em seguida, já acomodados, nos foi entregue o Necessaire, tendo o Comissário feito algo que ainda não tinha visto: antes de entregar, retirou-o da embalagem; portanto, se eu quisesse levar de presente para alguém, não poderia mais…era o mesmo Necessaire do vôo anterior, ou seja: um saco que vem somente com meias, 1 caneta, tapa olho e protetor de ouvidos.

– o vôo saiu rigorosamente no horário e a decolagem foi feita após taxiarmos por toda a extensão da pista, em direção à cabeceira oposta; sem aviões a frente, o comandante iniciou a aceleração fazendo a curva de alinhamento

– mais uma vez, ninguém falava português entre as 03 Comissárias que atendiam a Classe Executiva; os speechs foram feitos em inglês e espanhol.

– logo após o apagar das luzes de apartar os cintos, as Comissárias ofereceram travesseiros e mantas e, em seguida, foi servido o café da manhã; opções de prato de queijo e peito de chester ou ovos mexidos; escolhi a 1ª opção e logo foram oferecidos 05 tipos de pães; escolhi o ciabatta, que estava morno e bem saboroso; frutas (melão, abacaxi e papaia), 2 pedaços de bolo (muito apetitosos), suco de laranja e café preto complementaram a refeição matinal

– a bandeja foi recolhida rapidamente e eu estava apto a aproveitar o In (sistema de entretenimento da Lan); reclinei a poltrona quase na posição flat e escolhi o filme The Counselor, com Cameron Diaz e Penélope Cruz; o monitor de 15.4” impressiona pelo tamanho e pela ótima resolução; mas, o sistema tem alguns bugs, algumas opções selecionadas simplesmente não funcionam; depois de brigar com ele, consegui ver o filme, que não é dos melhores: sabe aqueles filmes que acabam com reticências? Este é um deles, sem final…

– como a poltrona é muito boa, resolvi tentar dar um cochilo, com êxito. Dormi por 1 hora, o que me fez bem.

– acordei e fui escovar os dentes; o tamanho do toilet do B767 traz conforto aos passageiros; a LAN tem realmente um diferencial em relação à concorrência que voa na América Latina com aviões de corredor único; a TACA, por exemplo, voa para Lima com o A320 e não consegue oferecer tanto conforto

– o vôo foi bem tranquilo, sem turbulências que mereçam registros; depois de 03:50h de vôo, o capitão anunciou que iríamos iniciar logo em seguida a descida para pouso em GRU, onde tínhamos a previsão de pouso as 15:05h, no horário brasileiro

– como podem perceber, nada mais foi oferecido aos passageiros; quem, por exemplo, dormiu logo após o embarque e não aproveitou o café da manhã simplesmente deve ter passado fome; isto me parece uma falta de visão muito grande; nada foi alertado neste sentido (não havia o tradicional cardápio); a alternativa de almoço na parte final do vôo deveria ser pensada para oferecer aos passageiros a opção de chegar alimentado em São Paulo

– depois de driblarmos algumas nuvens, o pouso foi seguro às 15:01h na nublada Cidade de São Paulo; e só fomos parar no finger às 15:20h; considerando que não se trata de horário de pico, me parece que GRU continuava à época com problemas

– o desembarque foi organizado e as malas, apesar da etiqueta de prioridade, e para variar, não foram as primeiras a chegar.

AVALIAÇÃO GERAL: este foi o complemento da minha 1ª experiência com a Business Class da LAN, ficando confirmado que não se trata de um serviço premium como das melhores companhias do mundo, mas agradou pelo fato do custo da passagem ter sido excelente; realmente o B767 é um ótimo avião frente a opção de voar TACA ou TAM com o A320, em especial, na Executiva; apesar de um ou outro sorriso, a tripulação está longe de ser um diferencial; considero o “pecado” do restrito serviço de bordo imperdoável…

Selo amarelo

2 respostas

Trackbacks & Pingbacks

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *